A Espiritualidade do Deserto

Ut in Omnibus Glorificetur Deus

 

 

     Referindo-se ao trabalho dos artífices do mosteiro, São Bento recomenda aos monges que procurem vender os respectivos artefatos por preço módico "para que em todas as coisas seja Deus glorificado" (Santa Regra, 57). Esta fórmula é inspirada pelo texto bíblico de 1Pd 4,11. Em seu teor latino, veio a ser uma das expressões típicas do espírito monástico: "Ut in omnibus glorificetur Deus" (abreviadamente: U.I.O.G.D.).

 

A fórmula beneditina poderia ser aplicada a todas as prescrições da Santa Regra, a toda a vida do mosteiro e, extensivamente, a todas as nossas atividades de leigos e leigas mergulhados no mundo. No caso do mosteiro, este é concebido como escola do serviço divino, na qual tanto o Ofício Divino quanto as atividades aparentemente profanas têm por finalidade suprema dar louvor a Deus. Analogamente, o trabalho e as profissões laicais devem ser conduzidas com a mesma finalidade, correspondendo ao chamado de construção de um povo adorador. A espiritualidade monástica é essencialmente teocêntrica. O beneditino, assim como todo aquele simpatizante da espiritualidade beneditina, mesmo vivendo no século, saberá traduzir este teocentrismo em atitudes e gestos concretos de sua vida.

U I O G D