O Lírio d'Água é um sítio rural com 25.000m2 de área no Bairro Santa Cruz em São Francisco Xavier, circundado de bosques, córregos e montanhas no coração da Serra da Mantiqueira, distando cêrca de 6km da Vila por estradas de terra e 11km de Monte Verde, por trilhas, nas Minas Gerais.

A região é uma antiga rota de tropeiros que preserva os costumes, a simplicidade e as tradições culturais e religiosas da Mantiqueira.

 

"São Xico", como é carinhosamente chamado por seus habitantes, é um distrito de 322 km2 de área pertencente ao município de São José dos Campos e a cêrca de 50 minutos ao norte da comarca, acessado por duas sinuosas e bucólicas estradas, ambas bem conservadas: a SP-50, até o município de Monteiro Lobato (aprox. 30 minutos) e, seguindo a partir deste, por uma estrada municipal (SJC) por cêrca de 20 minutos.

O Sítio

Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR - Incra)  |  CAR (Cadastro Ambiental Rural  |  Reserva Ambiental

O Sítio Lírio d'Água é um projeto ambiental, reflorestado com 4.400 mudas de 233 espécies de árvores nativas. Com a recomposição da mata, inúmeras espécies animais retornaram ao seu habitat, gerando vida e beleza ao lugar.

 

Sua topografia apresenta inúmeros platôs com áreas aedificandi livres de restrições, curso d'água cruzando toda a extensão em vale, bosques, áreas de mata, planícies e montanha, com vista profusa em todos os pontos. A área do village das casas está a 950m do nível do mar, sendo que a montanha da propriedade atinge 1.100m no cume, com amplo platô de topo e vista 360º de quilômetros ao redor.

 

Uma de suas particularidades é a localização. Além da relativa proximidade com a Pousada Kolibri, a Travessa Santa Cruz, onde está localizado, é uma estrada particular e exclusiva de sete proprietários que dela se utilizam, posto não conduzir a qualquer outro local, com características de um condomínio rural de grandes áreas, impondo maior segurança e privacidade. Em um passado próximo, havia inclusive uma porteira impedindo o acesso de estranhos, posteriormente suprimida pelos próprios moradores.